Destaques da Semana

destaque »

Foi relançada em abril, em Brasília (DF), a Frente Parlamentar Mista para o Desenvolvimento do Setor Têxtil e de Confecção JOSE ALENCAR. A Frente tem a missão de dar rápido encaminhamento a pleitos considerados urgentes pelos empresários e trabalhadores do setor têxtil e de confecção. Trata-se da terceira formação da Frente Têxtil, que conta com 239 parlamentares. O deputado federal Henrique Fontana (PT /RS) foi reconduzido à coordenação do grupo que, até 2018, irá trabalhar em defesa da indústria da moda no Congresso Nacional e junto às autoridades do executivo …

destaque »

Aprovado em 22 de abril pela Câmara dos Deputados, o projeto de lei da terceirização (PL 4330/04) segue para a apreciação do Senado, onde deverá passar por aprovação nas comissões antes de ser votado. Se houver alguma modificação no Senado, o projeto volta para a Câmara. Se for aprovado no Senado, vai para a sanção presidencial.
A terceirização é defendida pelo setor empresarial, que afirma que a lei acabará com a insegurança jurídica na contratação de terceirizados e aumentará a competitividade das companhias. Os sindicatos, no entanto, enxergam no projeto um …

destaque »

O País aguarda ansioso por medidas que visem a reconduzi-lo à trajetória de crescimento econômico. Fala-se muito no avanço do emprego, mas não há como manter os postos de trabalho sem encarar o fantasma que há muito assombra os vários setores econômicos: a elevada carga tributária e os custos trabalhistas. Isso sem falar nos necessários ajustes na política cambial e de juros, de forma a atender as necessidades de competitividade e de financiamento dos setores produtivos.
De acordo com o IBGE, em setembro a indústria demitiu 59 mil pessoas, uma queda …

destaque »

Com a reeleição da presidente Dilma muitos empresários acreditam que as coisas irão piorar, mas devemos lembrar que 2010 foi o melhor ano da história de muitas empresas e estávamos no governo do PT.
Essa é a hora do empresariado brasileiro demonstrar sua força e exigir junto ao governo medidas que protejam o mercado nacional dos importados, até que se consiga uma forma de competir de igual para igual, principalmente com os produtos asiáticos.
Estamos exportando consumo e criando empregos lá fora, e essa bomba está prestes a explodir.
O governo precisa entender …